Notícias

As novas aventuras empresariais do 16.º Executive MBA AESE

Apresentação Pública

A perspicácia e o engenho para descobrir novas oportunidades de negócio é um dos desafios propostos aos participantes do programa de MBA da AESE. No final da formação, é-lhes pedido que coloquem em prática a aprendizagem desenvolvida e desenhem um projeto exequível no mercado.

O 16.º Executive MBA AESE apresentou as suas ideias e respetivas projeções, em setores de atividade diversos, perante professores, colegas e investidores.

Extra! propõe-se “desenvolver e comercializar uma solução tecnológica, baseada numa multi-sided platform, que permita aos grupos de media nacionais e internacionais encontrar jornalistas em qualquer parte do mundo, contratando serviços em tempo real. Aos media, a plataforma Extra! vai permitir obter conteúdos em tempo real, de qualquer parte do mundo, sem enviar jornalistas da redação para esses locais; permitirá também agendar serviços com antecedência como, por exemplo, as eleições num país longínquo. Aos jornalistas, vai permitir uma base muito mais alargada de potenciais clientes para os seus conteúdos noticiosos.”

Diretamente da origem para a mesa, a Farm to Table visa ser “uma cadeia de restaurantes onde a sua ementa é composta por uma oferta de carne e peixe, fornecidos por produtores que partilham os mesmos valores de sustentabilidade, e enriquecida por microgreens da própria estufa de hidroponia, bem como outras verduras e legumes. No primeiro ano de atividade, está definida a inauguração do restaurante conceito que terá uma estufa de hidroponia; para além de fornecer vegetais para as refeições, tem uma função lúdico-educativa, que poderá ser explorada pelos clientes, promovendo assim o contacto dos mesmos com os vegetais e os seus benefícios. Posteriormente, serão abertos seis restaurantes satélites que pretendem explorar o conceito.”

Pretende “resolver problemas reais no setor da educação através da atração de capital de investidores e de talento de empresas”? BetterSchools tem por objetivo a criação de um Fundo de Capital de Risco especializado em educação e criação de um ecossistema que o torne eficiente e eficaz. A equipa BetterSchools estará dedicada a 100 % para, no primeiro ano, ter trabalho de diagnóstico em 10 escolas, 20 empresas selecionadas e 10 Milhões de euros angariados.”

Access2Travel tem como meta “desenvolver e implementar um novo modelo de negócio na área do turismo acessível para as pessoas com deficiência. A Access2Travel proporcionará uma experiência turística integrada e única, customizada em três áreas complementares, para o segmento de clientes com deficiência:
• Customização do plano turístico de forma a torná-lo acessível e adaptado à deficiência e necessidades do cliente
• Cuidados de saúde de acordo com o tipo de deficiência ou as necessidades do cliente
• Cuidados pessoais de acordo com as necessidades do cliente
Os serviços da Access2Travel caraterizar-se-ão por uma abrangência total de oportunidades, que nenhum outro agente do setor de atividade desenvolve de momento, contribuindo para a inclusão das pessoas com deficiência: Access2Travel – everywhere. for all.”

Verd´Oliva “É uma sociedade anónima localizada na área de rega da Barragem do Alqueva”, que se propõe “produzir azeite virgem extra de elevada qualidade. Com um processo verticalizado, a empresa irá plantar olival superintensivo da variedade Arbequina em 100 hectares arrendados. As colheitas serão totalmente mecanizadas. Após o segundo ano, a azeitona será apanhada e transformada em azeite, com 85 % da produção destinada a venda a granel no mercado internacional e 15 % engarrafado e vendido no mercado nacional do canal premium.”

E, por fim, a ADDERE “é uma empresa de serviços que disponibiliza uma plataforma tecnológica promotora de um two-sided market entre os Centros Sociais e Paroquiais (CSP) de Portugal Continental e os Fornecedores de produtos e serviços desses mesmos CSP.
O foco da ADDERE está nos CSP, nas respetivas necessidades de negociação, gestão de compras e suporte à gestão.”