Notícias

Carreira internacional: planear e arriscar!

International career management

A experiência de profissionais portugueses bem sucedidos lá fora foi o elo de união entre os oradores convidados pela AESE, para um evento exclusivo para Alumni do Executive MBA. Eduarda Luna Pais, Sócia fundadora da ELPing Organizational Fitness e Professora da AESE, foi a responsável por esta sessão, no dia 9 de março.

“Havia uma preocupação de ter uma diversidade geográfica. Reunimos duas pessoas que foram para fora de Portugal com empresas portuguesas, que o fizeram com alguma rede multinacional e, no final, vamos falar de dois portugueses mais aventureiros que foram sem rede, e por eles, para fora de Portugal.”

Eduarda Luna Pais orientou as apresentações dos oradores, questionando-os sobre as oportunidades e os desafios que se lhes despararam.


Expatriados fora das fronteiras de uma multinacional


Polónia: uma experiência dura, na qual se aprendeu muito
Inês Correia de Oliveira, Diretora na Wealth Management Unit do Millennium BCP private banking business, trabalhou na Warsaw como Treasury Officer no Bank Millennium, Poland e regressou a Portugal, onde desenvolveu as suas competências em várias áreas. Saiba mais

“É mais simples tomar uma decisão dessas quando se tem 25, 26 anos”
Paulo Varela, COO na Galp, na África oriental. Com uma vasta experiência em Business Development e na Comissão Executiva de empresas internacionais conhecidas. Trabalhou em contextos tão díspares como Portugal, Angola e França. Rumou a uma carreira internacional numa fase mais avançada. Saiba mais



Progredir dentro de uma multinacional

Poucos querem uma carreira internacional
Nuno Rosa é o PMI Global Go-to-Market Strategy Team Leader da Coty, sediada em Paris. Trabalhou em vários mercados e indústrias europeus.
“Temos de ir à procura das oportunidades. A pessoa tem de se posicionar em face dessa oportunidade. Particularmente, partindo de Portugal, claramente que é preciso um esforço muito claro e ter uma determinação grande e impulsionar-nos para essa expatriação. Depois, como em tudo na vida, ou em muitas coisas na vida, o casamento com as oportunidades depende da vontade da pessoa e da necessidade da empresa e das oportunidades que podem aparecer. Saiba mais

"A experiência internacional é um must"
Pedro Figueira é o General Manager da Colgate Palmolive na África Central do Sul. Teve uma experiência internacional rica no Chile, Filipinas, Brasil, USA e está atualmente baseado em Joanesburgo. Saiba mais


Go abroad on your own


Do paternalisto empresarial ao novo paradigma de “Eu no comando”

Miguel Caeiro é o Country Manager na Lookout Brasil e Latão, especialista segurança móvel. Nos últimos 7 anos coordenou a implementação bem sucedida de projetos de ativação de elevado potencial para marcas internacionalmenete reputadas e para entidades governamentais no Brasil. Saiba mais


Dar escala à própria carreira

Miguel Moreira Rato é o Senior Director na Teach For All. Sediado em Londres e em Washington DC de onde lidera as comunicações em 42 países. Antes de integrar a Teach For All, Miguel foi jornalista financeiro em vários media de Portugal, assessor de comunicação do Ministro da Economia e fundador de duas consultoras em comunicação: Ogilvy Public Relations e M Public Relations. Deixou esta empresa em 2014 para perseguir o seu sonho de uma carreira internacional em Public Affairs. Saiba mais


Documentos relacionados
A história de Paulo Varela
“Temos de ir à procura das oportunidades”, por Nuno Rosa
Progredir numa multinacional: o caso de Pedro Figueira
"Eu no comando!", por Miguel Caeiro
“Temos de ir à procura das oportunidades”, por Nuno Rosa
A história de Miguel Moreira Rato
Polónia: uma experiência dura mas muito enriquecedora