Notícias

Está o setor do Vinho preparado para receber a nova geração de consumidores Millennials?

Uma iniciativa do Projeto CV3

 

Está o setor do Vinho preparado para receber a nova geração de consumidores Millennials?
23 setembro 2109
Adega de Ponte de Lima
O Projeto CV3 - Criação de Valor na Vinha e no Vinho realizou o seu 6º evento, juntando-se às celebrações do 60º aniversário da Adega de Ponte de Lima. Nesta Adega Cooperativa, onde coexistem tradição e inovação, o Projeto CV3 propôs a análise de um dos aspetos mais debatidos sobre o futuro do setor do ponto de vista comercial: o impacto que a nova geração de consumidores vai provocar nos produtores e na distribuição.  
O evento teve como keynote speaker a Prof.ª Maria de Fátima Carioca, Dean da AESE Business School, que explicou “Quem são os consumidores Millennials”, deu a conhecer os hábitos de consumo deste grupo e apresentou estratégias de comunicação, promoção e venda utilizadas noutros setores que procuram ter como alvo esta geração.
No painel de debate que se seguiu, Anselmo Mendes, enólogo, perguntou a Manuel Carvalho, Diretor do Público e Crítico, Ricardo Nuno Soares Silva, da Adega Cooperativa de Ponte de Lima,  Beatriz Casais, professora de comércio digital da Escola Economia e Gestão da Universidade do Minho e Lúcia Palma, Responsável da área do Vinho, da Auchan de Cascais se “Está o sector do Vinho preparado para receber a nova geração de consumidores Millennials?”. Os participantes referiram, que, tal como noutros negócios, no mercado do vinho não são apenas os produtos que estão em causa, mas também a história por trás de cada produto e as relações; a experiência de compra e tudo o que a envolve é tão importante como o próprio produto. Concluiu-se, uma vez mais, que experiência exigida pelo consumidor está a mudar o paradigma da relação com o cliente pelo que a organização se deve adaptar, olhando para o futuro. 
Por fim, e antecedendo uma visita guiada à adega, a Dra. Celeste Patrocínio, Presidente da Adega de ponte de Lima, fez uma apresentação da história, missão e visão da Adega de Ponte de Lima.
O evento terminou com uma prova explicada dos vinhos verdes da Adega de Ponte de Lima, desde o seu famoso monocasta Loureiro até aos varietais brancos, jovens e frescos.

O Projeto CV3 - Criação de Valor na Vinha e no Vinho realizou o seu 6º evento, juntando-se às celebrações do 60º aniversário da Adega de Ponte de Lima.

Nesta Adega Cooperativa, onde coexistem tradição e inovação, o Projeto CV3 propôs a análise de um dos aspetos mais debatidos sobre o futuro do setor do ponto de vista comercial: o impacto que a nova geração de consumidores vai provocar nos produtores e na distribuição.  

O evento teve como keynote speaker a Prof.ª Maria de Fátima Carioca, Dean da AESE Business School, que explicou “Quem são os consumidores Millennials”, deu a conhecer os hábitos de consumo deste grupo e apresentou estratégias de comunicação, promoção e venda utilizadas noutros setores que procuram ter como alvo esta geração.

No painel de debate que se seguiu, Anselmo Mendes, enólogo, perguntou a Manuel Carvalho, Diretor do Público e Crítico, Ricardo Nuno Soares Silva, da Adega Cooperativa de Ponte de Lima,  Beatriz Casais, professora de comércio digital da Escola Economia e Gestão da Universidade do Minho e Lúcia Palma, Responsável da área do Vinho, da Auchan de Cascais se “Está o setor do Vinho preparado para receber a nova geração de consumidores Millennials?”. Os participantes referiram, que, tal como noutros negócios, no mercado do vinho não são apenas os produtos que estão em causa, mas também a história por trás de cada produto e as relações; a experiência de compra e tudo o que a envolve são tão importantes como o próprio produto. Concluiu-se, uma vez mais, que experiência exigida pelo consumidor está a mudar o paradigma da relação com o cliente pelo que a organização se deve adaptar, olhando para o futuro. 

Por fim, e antecedendo uma visita guiada à adega, a Dra. Celeste Patrocínio, Presidente da Adega de ponte de Lima, fez uma apresentação da história, missão e visão desta Cooperativa.

O evento terminou com uma prova explicada dos vinhos verdes da Adega de Ponte de Lima, desde o seu famoso monocasta Loureiro até aos varietais brancos, jovens e frescos.