Notícias

O Cristianismo amigo da Ciência

Ciclo “Uma visão cristã sobre o mundo”

 

Lisboa, 23 de outubro de 2018
Ciclo “Uma visão cristã sobre o mundo”
O Cristianismo amigo da Ciência
O tema “As razões da Fé e a fé da Ciência” trouxe o Professor Henrique Leitão, da Universidade de Lisboa à AESE, no dia 23 de outubro de 2018.
Distinguido como o Prémio Pessoa em 2014, Henrique Leitão conduziu um debate entre a religião e a ciência, atendendo às questões culturais e ao discurso público vigente no Ocidente. 
O Prof. Henrique Leitão fez uma análise do que considera ser uma Universidade: uma comunidade de professores e alunos que assumem o compromisso de se dedicarem ao estudo em benefício das pessoas e do conhecimento. O cristianismo promove uma visão otimista da realidade, que contrasta com o pessimismo de uma sociedade ateia, desprovida não raramente de um sentido de vida maior. 
O Professor caracterizou a perspetiva cristã sobre a ciência, em que Deus criador transcende a Natureza. O mundo é criado e é bom. Foi concebido para o Homem e essa realidade é cognoscível. Esta visão permitiu o desenvolvimento da ciência tal como a conhecemos, e com manifestações artísticas variadas ao longo dos séculos. Todavia, a cultura panteísta, faz com que Deus se confunda com a natureza, premissa que obstou ao desenvolvimento científico e o fez divergir da abordagem cristã.
À conferência seguiu-se um colóquio em que foram colocadas questões pela plateia, às quais o Prof. Henrique Leitão teve oportunidade de responder.

O tema “As razões da Fé e a fé da Ciência” trouxe o Professor Henrique Leitão, da Universidade de Lisboa à AESE, no dia 23 de outubro de 2018.

Distinguido como o Prémio Pessoa em 2014, Henrique Leitão conduziu um debate entre a religião e a ciência, atendendo às questões culturais e ao discurso público vigente no Ocidente. 

O Prof. Henrique Leitão fez uma análise do que considera ser uma Universidade: uma comunidade de professores e alunos que assumem o compromisso de se dedicarem ao estudo em benefício das pessoas e do conhecimento. O cristianismo promove uma visão otimista da realidade, que contrasta com o pessimismo de uma sociedade ateia, desprovida não raramente de um sentido de vida maior. 

O Professor caracterizou a perspetiva cristã sobre a ciência, em que Deus criador transcende a Natureza. O mundo é criado e é bom. Foi concebido para o Homem e essa realidade é cognoscível. Esta visão permitiu o desenvolvimento da ciência tal como a conhecemos, e com manifestações artísticas variadas ao longo dos séculos. Todavia, a cultura panteísta, faz com que Deus se confunda com a natureza, premissa que obstou ao desenvolvimento científico e o fez divergir da abordagem cristã.

À conferência seguiu-se um colóquio em que foram colocadas questões pela plateia, às quais o Prof. Henrique Leitão teve oportunidade de responder.