Notícias

Quais são os hábitos de consumo urbano do vinho?

Plataforma de Inovação da Vinha e do Vinho investiga

A AESE em parceria com a UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, representada pela PIVV - Plataforma de Inovação da Vinha e do Vinho, está a realizar um inquérito aos consumidores com o objetivo de perfilar os hábitos de consumo urbano de vinho. A esta equipa juntaram-se ainda ADVID, INIAV e PwC, empenhados no estudo dos resultados, que representarão também um importante input para um outro projeto da AESE em curso, o estudo CV3 sobre a “Criação de Valor no Cluster da Vinha e do Vinho”.

O inquérito sobre os hábitos de consumo urbano de vinho tem como objectivo compreender as motivações do comportamento e a tomada de decisão do consumidor, abrangendo diferentes dimensões de análise, tais como: parâmetros sócio-demográficos; hábitos e comportamentos de compra e de consumo de vinho; ocasiões, locais de consumo e respetivas frequências; envolvimento vinícola e decisão fundamentada.

O trabalho conta com a participação de um parceiro operacional relevante. A The Médiathèque Learning Technologies, em colaboração com diversos membros da AESE Business School e do Projeto e Estudo CV3 na Criação de Valor no setor da Vinha e do Vinho, desenhou, construiu, divulgou e está a analisar os resultados do questionário referente aos hábitos de consumo de vinho.

Os participantes deste questionário são Alumni dos programas do PADE e do Executive MBA dos últimos 5 anos da AESE, constituindo uma amostra de 375 pessoas que responderam.

Os resultados obtidos, em total anonimato, foram de 139 inquéritos completos, o que representa uma taxa de adesão de 37 %, que se considera expressiva para permitir perfilar um consumidor de vinho, desde os hábitos de consumo habitual, ao seu gasto médio em diferentes circunstâncias, aos critérios utilizados na sua escolha, às caraterísticas e fontes de informação utilizadas, até aos benefícios retirados do seu consumo.