Notícias

“Ser empresário e empreendedor não é para todos”

Conversa De Vida

Conversa DeVida
Lisboa, 25 de janeiro de 2019
“Ser empresário e empreendedor não é para todos” 
Inserido no ciclo Conversas DeVida para os participantes do Executive MBA AESE, Filipe Assoreira trouxe como orador uma novidade a este encontro. Cofundador e CEO da Nano 4 e Presidente da P-BIO, é também Alumnus do Executive MBA AESE.
De 2003 e 2015 desempenhou diversas funções de âmbito nacional e internacional na Genzyme, tendo sido Country Manager (2012-2015) durante o período de crise portuguesa. Agregou a esta responsabilidade a experiência de empreendedor. Comprou uma farmácia com a sua mulher, assumindo este como um projeto pessoal. Alterou a sua localização e viu as suas vendas duplicarem.
Neste encontro, Filipe Assoreira contou os desafios enfrentados e as lições aprendidas, que o conduziram a tomar a decisão de se dedicar à supply de medicamentos a nível global. 
Filipe Assoreira assegurou que “ser empresário e empreendedor não é para todos” e alertou os participantes de que “se não têm capacidade de correr riscos não o façam. Terão uma vida muito mais descansada.” 
“Para lançar uma start up é preciso desafiar o impossível e executar o possível.” Filipe Assoreira detalhou as fases de evolução da sua empresa, o acordo estabelecido com os sócios, o recurso a investimento, a estratégia adoptada e a intenção de venda no negócio a médio prazo.
A esta apresentação seguiu-se um período de perguntas e respostas colocadas pelos alunos do 17.º Executive MBA AESE.

Inserido no ciclo Conversas De Vida para os participantes do Executive MBA AESE, Filipe Assoreira trouxe como orador uma novidade a este encontro.

Cofundador e CEO da Nano 4 e Presidente da P-BIO, é também Alumnus do Executive MBA AESE. De 2003 a 2015, desempenhou diversas funções de âmbito nacional e internacional na Genzyme, tendo sido Country Manager (2012-2015) durante o período da crise portuguesa. Agregou a esta responsabilidade, a experiência de empreendedor. Comprou uma farmácia com a sua mulher, assumindo este como um projeto pessoal. Alterou a sua localização e viu as suas vendas duplicarem. Neste encontro, Filipe Assoreira contou os desafios enfrentados e as lições aprendidas, que o levaram a tomar a decisão de se dedicar à supply de medicamentos a nível global. 

A sua trajetória fá-lo afirmar com segurança que “ser empresário e empreendedor não é para todos”. E alertou os participantes de que “se não têm capacidade de correr riscos, não o façam. Terão uma vida muito mais descansada.” “Para lançar uma start up, é preciso desafiar o impossível e executar o possível.”

Filipe Assoreira detalhou as fases de evolução da sua empresa, o acordo estabelecido com os sócios, o recurso ao investimento, a estratégia adotada e a intenção de venda no negócio a médio prazo.

A esta apresentação, seguiu-se um período de perguntas e respostas colocadas pelos alunos do 17.º Executive MBA AESE.