Notícias

A relação do Setor Vitivinícola com o Consumidor Final

Projeto CV3

No âmbito da missão do Projeto CV3 - Criação de Valor na Vinha e no Vinho – de divulgar o que é interessante no setor de modo a gerar uma discussão aberta, estimulante e fundamentada à sua volta, realizou-se, no passado dia 9 de maio, o quarto evento do programa, A relação do Sector Vitivinícola com o Consumidor Final.
Neste evento, realizado no Pólo de Dois Portos do INIAV, foram expostos alguns conceitos de enquadramento e práticas de gestão que podem ser implementadas pelos protagonistas relevantes do sector, com o objetivo de tornar o sector vitivinícola mais competitivo.
Em primeiro lugar, foram apresentados pela Dra. Alexandra Seabra Pinto, do INIAV, os resultados de um projeto realizado em colaboração com empresas vitivinícolas nacionais sobre a valorização de inovações sustentáveis pelos consumidores.
Em segundo lugar, voltou a utilizar-se o método do caso, colocando-se os participantes em face de um desafio empresariais real: foi discutido o caso Grupo Parras, analisando, de forma aberta, os seus problemas reais de competitividade e geradas alternativas ou críticas às soluções apresentadas.
Houve depois ocasião de conhecer o UniQode, uma nova ferramenta de proteção de marca, proprietária da INCM, que combina tecnologias que impedem a adulteração do produto, facilitam a sua rastreabilidade e promovem o envolvimento do consumidor. Com aplicação especial no mercado do vinho permite ligar, através de um smartphone e com segurança, qualquer produto ao mundo digital.
 
O evento contou ainda com uma visita à Coleção Nacional de Variedades de Videira, orientada pelo Doutor José Eduardo Eiras Dias, do INIAV.
 
----
O Projeto CV3 propõe a análise do cluster empresarial do sector como um ecossistema de negócio que cruza uma variedade de indústrias e atividades, gerando oportunidades para a criação de espaços de cooperação e competição; assim, e prosseguindo a sua missão, realizar-se-á, no próximo dia 4 de Junho, na Casa do Vinho Verde, no Porto, o evento A estrutura financeira do sector da Vinha e do Vinho e a Sustentabilidade das Empresas.
Nesta ocasião, será analisado um dos condicionantes típicos da sustentabilidade das empresas: a sua estrutura financeira e a capacidade das empresas para assegurar o seu crescimento e a viabilidade a longo prazo.
Em primeiro lugar, teremos o aporte para esta discussão, como Keynote Speaker, de António Rios Amorim, CEO de uma das empresas mais relevantes do cluster em Portugal como é a Corticeira Amorim. 
Em segundo lugar, será apresentado um estudo desenvolvido pela PwC para o Projeto CV3 sobre a estrutura financeira que caracteriza as empresas do sector, analisando o cluster por segmentos do mercado relativamente à sua dimensão e dando enfoque às estruturas de balanço sustentáveis a longo prazo.
Adicionalmente, num grupo de debate, será abordada a problemática do crescimento das empresas e o seu financiamento – preocupação central dos operadores do setor pela necessidade de assegurar a viabilidade financeira das empresas num mercado altamente competitivo tanto ao nível interno, como no mercado de exportação. 
As inscrições para este evento são gratuitas e já estão disponíveis.


No âmbito da missão do Projeto CV3 - Criação de Valor na Vinha e no Vinho – de divulgar o que é interessante no setor, de modo a gerar uma discussão aberta, estimulante e fundamentada à sua volta, realizou-se, no passado dia 9 de maio, o quarto evento do programa: "A relação do Setor Vitivinícola com o Consumidor Final".

Neste evento, que ocorreu no Pólo de Dois Portos do INIAV, foram expostos alguns conceitos de enquadramento e práticas de gestão que podem ser implementadas pelos protagonistas relevantes do setor, com o objetivo de torná-lo mais competitivo.

Em primeiro lugar, foram apresentados por Alexandra Seabra Pinto, do INIAV, os resultados de um projeto realizado em colaboração com empresas vitivinícolas nacionais sobre a valorização de inovações sustentáveis pelos consumidores.

Em segundo lugar, voltou a utilizar-se o método do caso, colocando-se os participantes em face de um desafio empresariais real: foi discutido o caso Grupo Parras, analisando, de forma aberta, os seus problemas factuais de competitividade e geradas alternativas ou críticas às soluções apresentadas.

Houve depois ocasião de conhecer o UniQode, uma nova ferramenta de proteção de marca, proprietária da INCM, que combina tecnologias que impedem a adulteração do produto, facilitam a sua rastreabilidade e promovem o envolvimento do consumidor. Com aplicação especial no mercado do vinho permite ligar, através de um smartphone e com segurança, qualquer produto ao mundo digital. 

O evento contou ainda com uma visita à Coleção Nacional de Variedades de Videira, orientada pelo Doutor José Eduardo Eiras Dias, do INIAV.


Outras iniciativas do Projeto CV3

O Projeto CV3 propõe a análise do cluster empresarial do setor como um ecossistema de negócio que cruza uma variedade de indústrias e atividades, gerando oportunidades para a criação de espaços de cooperação e competição; assim, e prosseguindo a sua missão, realizar-se-á, no próximo dia 4 de junho, na Casa do Vinho Verde, no Porto, o evento "A estrutura financeira do setor da Vinha e do Vinho e a Sustentabilidade das Empresas".