Notícias

Mensagem do Diretor do PADE 2018

 

Dizem que em tempos de complexidade os dirigentes devem desenvolver a capacidade de ver o mundo com duas lentes [1]: uma telescópica – para considerar as oportunidades e sondar o futuro – e uma outra lente, microscópica – para escrutinar os desafios do momento com maior ampliação e pormenor.

Por um lado, é preciso perscrutar as macro tendências de longo prazo, sonhar grande, imaginar o futuro e o condicional. Por outro lado, a visão microscópica é igualmente necessária: proporciona aos dirigentes uma perspetiva crítica face à sabedoria convencional e à moda, fornece sentido de urgência, faculta o sentido do momento presente e real e a sensibilidade ao que se passa diariamente na linha da frente. Naturalmente, todos nós nos sentimos mais confortáveis com uma lente do que com a outra; mas devemos procurar usar as duas e mudar de óculo com uma certa agilidade.

O PADE favorece essa agilidade. E ajuda a pilotar o sistema de oportunidades, o sistema de capacidades e o sistema de valores das organizações. Isso não pode ser ensinado inteiramente, de um modo formal, na sala de aula. Mas pode-se aprender. Os dirigentes eficazes desenvolvem as suas capacidades de comando – e só podem desenvolvê-las – no próprio processo de realizaçã o dessas funções:sob o peso real – e com asas – do poder e do risco, pela observação em primeira mão do contexto em que atuam e pela avaliação dos efeitos das suas ações. No PADE, através do ‘método do caso’, os dirigentes podem capitalizar a sua própria experiência vital, aprendendo a partir das próprias vivências, e também das alheias, multiplicando virtualmente essas ‘experiências’.

Ao mesmo tempo, o PADE representa um estimulante processo formativo: promove uma abordagem integrada – multifuncional e multidisciplinar – da
gestão das organizações, de forma simultaneamente relevante, rigorosa e não trivial. E enfatiza especificamente o desenvolvimento pessoal – a gestão de si
próprio – como premissa essencial para qualquer mudança organizacional que valha a pena e que seja sustentável.

Gostaria de lhe dar pessoalmente as boas-vindas na abertura do próximo PADE.


Prof. Pedro Ferro