Aprender com a AESE, em Braga

O objetivo é familiarizar os participantes com a metodologia usada nos diferentes Programas de Aperfeiçoamento das Capacidades de Direção e, ao mesmo tempo, proporcionar uma perspectiva introdutória às diferentes áreas funcionais presentes em qualquer empresa: Direção de Pessoas, Financeira, Operações, Comercial e Marketing, enquadradas numa visão Estratégica.

Benefícios

Nas sessões de Operações, vamos trabalhar um dos temas mais atuais da vida das empresas: o que fazer para combater a inflação, que diminui as margens e faz perder competitividade? Para isso, será estudado o caso de uma clínica, para perceber os passos que as organizações têm de dar para serem mais eficientes; na segunda sessão, os participantes ficarão a conhecer um modelo que, de uma forma simples mas completa, permite aos dirigentes criar um plano de ações que os leve a ser mais eficientes, a responder com mais precisão às necessidades dos seus clientes, e assim serem mais competitivos.

No módulo de introdução às Finanças Corporativas procura-se ajudar a entender as Demonstrações de Resultados e Balanços, e ir um pouco mais longe e aprender a analisar e diagnosticar a situação financeira da empresa e das eventuais causas que podem estar por detrás de situações financeiras difíceis. O conhecimento das causas é um primeiro passo para dar os remédios oportunos e antecipar os seus efeitos previsíveis.
A experiência demonstra que, com um mínimo de rigor e método, os participantes aprendem a retirar conclusões relevantes para o andamento das empresas, capacitando-os para tomar decisões fundamentadas.

A direção de uma equipa de vendas pressupõe um cuidado e uma atenção concreta às e aos vendedores, aos instrumentos motivacionais e às políticas. Quem a dirige pode, com uma atitude errada, frustrar e paralisar uma força de vendas, e fazer algo que a concorrência agradecerá seguramente: ter o vendedor a discutir com a sua chefia sobre as injustiças a que está sujeito.
Como cuidar da motivação de uma força de vendas nestes momentos desafiantes por que passamos? No plano comercial é também importante cuidar dos aspetos negociais. Uma negociação profissional pode, e deve, ser preparada. Há decisões a tomar durante a negociação, que poderão ser tanto mais acertadas quanto mais tivermos preparado a negociação. Como preparar uma negociação para ser bem sucedida?

O trabalho em equipa é uma de várias formas de colaboração, visando atingir uma determinada eficácia. O elemento diferenciador de uma equipa são as pessoas, pois cada uma delas é irrepetível. É imperativo apostar nas pessoas, alimentando a sua motivação e potenciando o talento de cada um. Contudo, as pessoas também constituem a dimensão mais desafiante da Direção. Para dirigir equipas são necessárias competências que um líder não pode descurar.

O papel da Direção Geral no alinhamento necessário entre a estratégia de negócio, a estrutura de gestão e a propriedade e a importância de ter os acionistas adequados. O trabalho do CEO para escolher o futuro da empresa e transformá-lo em realidade:

  • Quais são os principais processos que deve usar?
  • Quais as grandes áreas a considerar?
  • Como fazer para que trabalhem de uma forma coerente?
  • Que tarefas envolve?

    Destinatários

    Potenciais participantes nos Programas generalistas de longa duração que a AESE promove no Porto e em Lisboa, nomeadamente o PADE, PDE e PGL, em que se requer um mínimo de 5 anos de experiência profissional.

    Professores

    Jorge Ribeirinho MachadoProfessor e Responsável pela Área Académica de Operações, Tecnologia e Inovação da AESE e Diretor do PDE de Lisboa.
    Pedro PimentelAssociate Dean da AESE e Responsável pela Área Académica de Finanças. Coordena as atividades da AESE no Norte do País. É Diretor do PADE, no Porto.
    Adolfo González, Professor da Área Académica de Política Comercial e Marketing da AESE.. É Diretor do PDE e do co-Diretor do PADIS, no Porto.
    Eduardo Pereira, Professor da Área Académica de Fator Humano nas Organizações e Executive Coach da AESE. É Diretor do PGL, no Porto.
    Angel ProañoProfessor da Área Académica de Política de Empresa no ISEM e no IESE Business School.

    Metodologia

    Método do Caso e conferências colóquio.

    Utiliza-se uma metodologia ativa e prática que permitirá ao participante abstrair-se de sua realidade quotidiana e aprofundar em conhecimentos, análises e desafios através de conferências, estudo individual e trabalho em grupo. Trabalharemos com o método do caso, que apresenta situações empresariais reais para que o dirigente analise, discuta em grupo e tome as decisões adequadas para alcançar o sucesso.

    É imprescindível, para um bom aproveitamento do programa, o estudo prévio do material académico que será fornecido duas semanas antes do início.

    Adicionalmente o programa prevê um painel de especialistas que irão partilhar a sua opinião a partir de uma perspetiva prática da governance.

    Idioma

    Português e Espanhol.

    Formato e Local

    Formato: Sextas-feiras da parte da tarde (14:30-18:15)

    Local: Centro Cultural Montemuro Rua Sá de Miranda, 52 4700-352 Braga

    Preço

    € 800 +IVA

    No caso de se inscrever nalgum dos Programas referidos durante o ano lectivo 2022-2023, o valor da propina deste Seminário será devolvido em forma de desconto do respectivo Programa.

    Download da brochura

    Data

    9, 16, 23  e 30 de setembro e 7 de outubro de 2022

    Horário

    Das 14:30 às 18:15

    Ficha de inscrição

    As inscrições estão fechadas para este evento.

    Contactos

    Contactos