Notícias Short program

As regras chave de uma boa decisão

12/05/2022

A AESE realizou a 12 de maio de 2022, uma nova edição do short program “Deciding from the C-suite”, uma formação de um dia completo que visou estimular a capacidade de tomada de decisão dos líderes, de acordo com as variáveis relevantes a ter em conta no processo.

O Prof. Adrián Caldart, Diretor do Comité académico da AESE e responsável pela área de Política de Empresa, inaugurou a abordagem da matéria com uma conferência sobre “Liderança estratégica e decisão”. “Como melhorar a comunicação” numa lógica de “Liderança por consenso” coube ao Prof. Carlos Rodriguez-Lluesma, especialista em Managing People in Organizations, do IESE. O Professor aprofundou o tema com a questão da “gestão de conflitos” e o poder da “influência e a tomada de decisão, a partir de uma posição minoritária”.

“A decisão e o impacto do risco nas organizações” ficou a cargo do Prof. Francisco Vieira, da AESE, assim como “A decisão em contexto de crise, pressão e elevados riscos” coube ao Prof. Pedro Água.

A formação foi complementada com o estudo de casos, desafiando os participantes e colocarem-se na posição do protagonista e a assumirem a responsabilidade de agir em função do dilema apresentado. O Método do caso tornado célebre em Havard Business School tem comprovado ser a metodologia mais adequada a dirigentes e executivos.



O que dizem os participantes
“A participação no short program “Deciding from C-suite”, na AESE Business School, foi uma experiência enriquecedora que me permitiu uma rápida aquisição de conhecimentos e contribuiu para a minha evolução enquanto profissional. A metodologia de ensino (Método do caso) e o corpo docente de excelência são fundamentais para o sucesso deste programa. Sem dúvida pretendo voltar à AESE.”
Mónica Pereira Amorim | Head of Operations da Fonte Negócios online


“A formação correspondeu às minhas boas expectativas, tanto do ponto de vista das temáticas e conteúdos abordados, assim como da composição e expertise do corpo docente.
Permitiu refletir, debater com abrangência e acutilância com os outros formandos, os casos teóricos propostos que facilmente os transportamos para a nossa vida profissional.”
Nuno Brilhante Dias | Presidente do Conselho de Administração, da Fundação Cardeal Cerejeira