Notícias > Como reforçar a cultura da empresa, pela Prof. Fátima Carioca

Como reforçar a cultura da empresa, pela Prof. Fátima Carioca

05/11/2020

A Prof. Maria de Fátima Carioca foi convidada a participar numa mesa rendonda sobre “Como reforçar a cultura da empresa”, no âmbito da iniciativa da Exame sobre “O Futuro do Trabalho”.


A Dean da AESE referiu a importância da vinculação efetiva, pela forma como os colaboradores se relacionam com a organização, contribuem e se adaptam à estratégia adotada, gerindo as expectativas sobre o trabalho que entregam. E referiu ainda a relevância da vinculação afetiva, em que existe um ganho partilhado pelo facto do colaborador continuar a sentir-se querido na organização, esteja a operar em regime presencial ou remoto.


A liderança num contexto pandémico como aquele que se vive, passa sobretudo pela gestão da “unidade entre as pessoas que se encontram relativamente dispersas”. É uma questão de saber como continuar a promover “a identidade e o sentimento de pertença à organização”.


Maria de Fátima Carioca considera que existe um desafio maior quando “estamos num sistema híbrido”, presencial e remoto. Há que trabalhar no sentido de proporcionar “aos que estão distantes estarem “presentes” e aos que estão presentes aproximarem-se dos que estão distantes”.


No caso particular da AESE, “houve um cuidado de que ninguém ficasse para trás. Que a distância não matasse a proximidade com cada um, em função da necessidade. A distância não é só geográfica, pode ser também horária e operacional. É preciso cuidar para manter “o ritmo e a coesão”. A esse nutrir designou de “cuidado atento às pessoas”.


Para a Professora da AESE, “o momento presente é também a altura de criar uma cultura forte.” Um líder ao mostrar a sua “humanidade acelera o compromisso das pessoas. A vulnerabilidade que não se deve confundir com fraqueza, ajuda à perceção de todos estarem a contribuir para a construção do futuro.”


Nesta conversa, moderada pelo Diretor da EXAME, Tiago Freire, participaram também Pedro Afonso, CEO da Vinci Energies Portugal, e Pedro Amorim, Managing Director da Experis Portugal.