Há 40 anos a preparar líderes

07/10/2021

A AESE encerrou o ciclo de comemorações dos 40 anos da 1.ª escola de negócios em Portugal, com um encontro de colaboradores a 7 de outubro de 2021.


A Prof.ª Maria de Fátima Carioca recordou “que, no início do ano académico, começámos naturalmente por celebrar com os fundadores, a quem transmitimos o nosso profundo agradecimento e também o nosso compromisso com a grande missão da AESE. Mais tarde, em maio, realizámos um jantar com a comunidade empresarial, juntando 40 líderes de empresas portuguesas e multinacionais. Em junho, reunimo-nos na Assembleia e celebrámos com os nossos Alumni. Em julho, o Dean do IESE visitou-nos e celebrámos com os professores da escola.


Hoje estamos aqui reunidos com todos os que trabalharam na AESE e os que, à data de hoje, trabalham na AESE. Os que estão aqui em Lisboa, mas unidos também aos que estão no Porto, que estão por Espanha, ou até mais longe na Índia. Estamos também unidos a todos os que no Céu, festejam connosco estes 40 anos. E, se me permitem, recordo com especial carinho o Prof. Juan Perez-Lopez, que não conheci, mas gostaria muito de ter conhecido, o Prof. Carlos Parreira, Luis Calleja e o nosso André Vilares Morgado.”


A Dean da AESE evidenciou “o que fez a AESE?” “O que nos distingue hoje, diria que são essencialmente 2 notas: ter uma forma única de ensinar e sustentar-se numa comunidade vibrante de pessoas, de empresas, de escolas e instituições parceiras.” “Ressalto, também que nada nos pode unir tanto como a missão da Escola, o ideal que comungamos de contribuir para um futuro melhor (empresas saudáveis, economia sustentável e uma sociedade humana) e o exercício habitual de trabalharmos em conjunto.”


E terminou com o desejo: “assim saibamos preserverar no sonho e inovar com a audácia dos primeiros.”


“A AESE só terá o futuro brilhante e singular que” o Presidente Emérito da AESE, Prof. Raul Diniz, aspira, “se a sua equipa dirigente mantiver uma motivação comum”, fundamentada “na sua missão tão claramente identificada e esculpida.”


“Style above fashion!”, sublinhou: “o primeiro está ligado à personalidade da Escola que deve manter-se, o segundo à volatilidade da moda. A elegância deve persistir no essencial.


A motivação é o nosso motor de arranque, a cura eficiente (para os filósofos), o finis operantis (para os moralistas)…, mas quanto menos self-centered for, melhor (…).”


O Professor reconheceu ser “consolador verificar como a AESE com liderança adaptativa, enfrentou o flagelo pandémico, continuou os seus trabalhos, realizou a Assembleia-Geral e atingiu novos mercados, com redução de custos. (…) O teletrabalho, embora não seja panaceia, requer a utilização inteligente, que pondera prós e contras. O futuro tem de contar com ele, e é um instrumento de conciliação trabalho/ família, sensibilidade onde a AESE também foi pioneira, no nosso país.”


Ao terminar a sua intervenção, Raul Diniz recordou Gustav Mahler: “a tradição não é a adoração das cinzas, mas a preservação do fogo”, i.e, “Não um eco, mas uma continuação. Contentes com o percurso feito, de acordo, mas satisfeitos nunca! Se vamos na direção correta, tudo o que nos resta é continuar caminhando…”


O encerramento do encontro ficou a cargo do atual Presidente, o Prof. José Ramalho Fontes, que “começou por recordar quão gratificante tem sido constatar que a AESE deixou uma forte pegada institucional em Portugal, como referiram na 15.ª Assembleia, em 25 de junho, o Presidente da República e o Prof. Jordi Canals, este com um conhecimento mais direto da realidade, o mesmo que todos os Deans das escolas associadas manifestaram à nossa Dean (…).”


“Não teríamos chegado aqui, ao fim destas longas e curtas quatro décadas, se não tivesse havido a colaboração de todos.” Perspetivando o futuro, “que está nas nossas mãos, estamos conscientes de que a AESE tem programas e serviço que contribuem para a resolução de muitos desafios da sociedade portuguesa, e que nos vamos empenhar em executar primorosamente, como até à data… “positivos, agradecidos e não demasiado complicados, alegres, mantendo um espírito flexível e aprendendo a adaptar-nos” acometendo-os com audácia.”



“AESE há 40 anos a preparar líderes. Juntos, vamos continuar a marcar o futuro.”