Notícias > O impacto do marketing de influência

O impacto do marketing de influência

11/01/2022, Lisboa

A 11 de janeiro de 2022, a AESE inaugurou as sessões do Alumni Learning Program com uma conferência com o Prof. Ramiro Martins sobre “Como nos influencia o marketing de influência?”.


“O Marketing sempre teve o objetivo de nos influenciar a tomar decisões.” Apesar da capacidade de influência poder ter uma conotação negativa, na verdade, Ramiro Martins esclareceu que o conceito deve ser interpretado como a autoridade para se “ter uma opinião e que esta seja ouvida”. Neste encontro remoto, os participantes aprenderam com o responsável pela área de Política Comercial e de Marketing da AESE que “a autoridade ganha-se e perde-se”, como comprovado ao longo da história. As técnicas de influência vão-se sucedendo e o paradigma que se vive atualmente não constitui uma novidade. “Não sendo nada de novo”, o Marketing de influência destaca-se por estar indexado ao crescimento das redes sociais, cujo impacto, nos últimos anos, é indiscutível.

As prescrições diretas e indiretas, inclusivamente de muitos anónimos, vulgarizaram-se e suscitam a questão da credibilidade da sua influência. O negócio que representa hoje cerca de 13,8 biliões de dólares, fez crescer exponencialmente o agenciamento dos influenciadores.


As redes sociais facilitam as ferramentas para o cidadão comum ter visibilidade e notoriedade. Dependendo da qualidade dos conteúdos partilhados e da sua autenticidade dos mesmos, os influenciadores vão adquirindo credibilidade. O gosto pelo voyerismo é assim potenciado, com autorização dos próprios produtores de conteúdos, que expõem assim a sua vida aos outros, através de um toque num smart phone.


Ramiro Martins falou das características das “novas abundâncias e da nova escassez”, um novo paradigma de oferta e de procura que contrasta com as conhecidas nas gerações anteriores. Isto deve-se ao facto de haver “mais dinheiro, mais bens e capacidade de escolha”, num tempo em que “as necessidades e as vontades acabam por ter fronteiras cada vez mais ténues”.


Na sessão foi ainda referido o valor dos megainfluencers, a questão do rastreio imediato, com monitorização e controlo, que as ações nas redes sociais possibilitam às marcas ao ativar campanhas nestas plataformas e os riscos e as oportunidades do recurso a influenciadores para o aumento do valor da marca.


A sessão terminou com um período de perguntas colocadas pelos Alumni ao orador.



Próximas sessões do Alumni Learning Program