Programas Sectoriais > Gestão das Organizações Sociais

Gestão das Organizações Sociais

Ver e entender as instituições como um todo, composto por várias partes que operam de forma orgânica – dos recursos humanos ao marketing, passando pelas operações e a área financeira – é o desafio para os dirigentes de hoje. Estes devem ser capazes de estabelecer objetivos comuns às várias partes da instituição,  sempre alinhados com a sua Missão.

Mensagem da Diretora do Programa

A Economia Social não concorre com ninguém, com nenhum outro setor da economia. Acrescenta, integra, multiplica, distribui. Respondendo ao repto da promoção da dignidade humana, atua em muitas frentes e de variadas formas. Contribuir para uma sociedade mais justa e equitativa. Promover o desenvolvimento de pessoas e instituições que procuram chegar a todas as latitudes da nossa sociedade.Entre outros, estes serão certamente dois desafios assumidos pelo setor de Economia Social.

Vivemos o rescaldo de uma crise pandémica marcada pela incerteza, a qual careceu (e carece) de respostas dadas no imediato e com um impacto que não conseguimos ainda definir com total clareza. O setor de Economia Social tem dado muitos exemplos de resiliência e capacidade de resposta, sendo inegável o importante papel que tem vindo a desempenhar na abordagem e mitigação dos impactos de curto e longo prazo da crise COVID-19 na economia e na sociedade.

Atualmente gerir entidades deste setor reveste-se de amplos desafios na resposta às necessidades sentidas pelas populações, desbravando caminhos de sustentabilidade financeira e ambiental, novos modelos de gestão, diálogo intersectorial, gestão de recursos humanos, transformação digital, comunicação e marketing, entre tantos outros.

Com o foco em liderança, desde há quatro décadas que a AESE Business School, graças a uma oferta formativa diversificada e inovadora, tem conseguido chegar aos mais diversos setores de atividade, com programas desenhados a pensar na excelência do exercício profissional daqueles que ousam parar para voltar a estudar.

Em total alinhamento com a AESE, continuo convicta de que a excelência em liderança é algo que se desenvolve, e de que as crises e dificuldades podem ser convertidas em oportunidades com impactos amplamente positivos. Movem-me novos desafios pedagógicos, conceptuais, de gestão estratégica e abraço, com a habitual alegria e determinação, a direção de mais uma edição anual do Programa de Gestão de Organizações Sociais (GOS), no qual acredito verdadeiramente. E acredito porque vejo, toco, ouço, sinto o pulsar das organizações sociais que passam pela AESE e se tornam parte desta escola e da nossa Comunidade GOS, com os olhos postos numa meta comum: fazer cada dia melhor o bem que já fazem.

Por acreditar que é isto que pretende para a sua organização, espero por si na edição GOS 2023!

Cátia Sá Guerreiro

Objectivos

O Programa GOS tem como objetivos-base:

  • Promover a reflexão sobre o eficiente aproveitamento dos recursos
  • Disponibilizar estratégias e ferramentas em matérias de motivação e gestão de equipas
  • Criar no participante a salutar ambição de reajustar a estratégia organizacional aos objetivos da instituição.

O domínio de ferramentas de gestão é ainda uma carência significativa neste setor, pelo que o Programa de Gestão das Organizações Sociais surge para dar resposta a esta necessidade, bem como potenciar as capacidades de decisão e gestão dos dirigentes de entidades do Setor de Economia Social.

A frequência do GOS proporciona uma paragem semanal para, ao longo de quatro meses, exercitar, em grupos de trabalho multidisciplinares, as competências de diálogo e de respeito interpares, otimizar e racionalizar recursos e partilhar experiências e networking, numa ampla reflexão nas diversas áreas da gestão.

Perfil dos participantes

O GOS foi desenhado para dirigentes de entidades do setor da Economia Social ou colaboradores em exercício de funções de liderança que pretendem melhorar a sua capacidade de gestão, não apenas ao nível dos recursos mas também do desempenho de colaboradores e voluntários.

Parcerias

A ENTRAJUDA é uma instituição particular de solidariedade social, que visa apoiar outras instituições ao nível da organização e gestão, que considera como área estratégica da sua atividade, a formação destinada, sobretudo, a dirigentes, chefias e técnicos, ou seja, às pessoas incumbidas da gestão das instituições de solidariedade social e das relações com as pessoas carenciadas.

A Fundação Millennium bcp, instituída pelo Banco Comercial Português, surge como reflexo da cultura de responsabilidade social do Banco. A Fundação Millenium bcp considera importante proporcionar condições para que as instituições que integram o Terceiro Setor, chamadas a um cada vez maior protagonismo, o possam desempenhar de forma eficaz e eficiente.

Estrutura do programa

Para ser sustentável é preciso ser bem gerido!

Temas que vão ser abordados no GOS:

  • Política de empresa e organização;
  • Contabilidade e finanças;
  • Marketing e economia social;
  • Fator humano, liderança e ética;
  • Operações e serviços;
  • Fundraising;
  • Gestão de voluntários.

Método do caso

Liderar só se aprende… liderando

Ao colocar os participantes em face de conflitos empresariais verídicos, os dirigentes são chamados a assumir o papel de decisores em circunstâncias semelhantes às do seu dia a dia nas organizações. Os casos constituem desafios que exigem respostas eficazes perante uma análise rigorosa de informação limitada ou até insuficiente, em contextos ambíguos ou complexos do ponto de vista político-económico. O diagnóstico individual e as decisões são negociadas com colegas experientes, talentosos e ambiciosos.

É por isso que a aprendizagem na AESE é inspirada no modelo da Harvard Business School e desenvolvido à imagem do IESE Business School.

Atualmente, o Método do Caso destaca-se como um meio sofisticado, orientado para a transformação de talento potencial dos participantes em poderosa capacidade na tomada de decisões. 


Os casos produzidos pelos professores e participantes dos programas da AESE Business School integram a base de dados da ECCH, o mais utilizado repositório mundial de casos ao serviço das Business Schools internacionais.


Fases do Método do Caso

  • Estudo individual: Leitura e estudo de cada caso, de modo a analisar os factos, alternativas e decisões que nele se desenrolam.
  • Trabalho de grupo: A riqueza deste passo reside no facto de cada um dos participantes apresentar abordagens e soluções com base na sua formação e experiência profissional. As várias abordagens são também uma excelente oportunidade para examinar os diferentes critérios de direção.
  • Sessão geral: Com uma visão mais ampla e já fruto do exame efetuado nas duas fases anteriores, o professor dirige e coordena o debate, sintetiza os aspetos principais do caso, relaciona com as teorias mais significativas, e realça os valores e opções relevantes, atendendo às várias alternativas e aos possíveis critérios de decisão.

Idioma

Português e Espanhol

Preço

600 € + IVA

Programa subsidiado pela Fundação Millennium bcp.

Inclui: documentação e catering

Condições especiais de pagamento serão analisadas caso a caso.

Data das próximas edições

GOS Porto | De 24 de janeiro a 6 de junho 2023

GOS Lisboa | De 6 de fevereiro a 26 de junho 2023

Formato

1/2 dia por semana e 1 vez por mês dia completo.

Testemunhos

Ricardo Caldeira Morais
Associação Rádio Maria Portugal

"Mudar o mundo começa com um passo… O GOS é um extraordinário instrumento para que esse passo seja mais firme. É uma excelente ferramenta de capacitação para quem já está a mudar e para quem quer mudar este mundo."

Ricardo Caldeira Morais | Associação Rádio Maria Portugal

Maria Van Zeller
Terra dos Sonhos

"O estudo de Caso foi uma boa surpresa para mim. Antes de conhecer este método, tinha receio que fosse muito exigente e ocupasse muitas horas. Porém quando se lê bem o Caso e se trabalha em equipa, podemos rapidamente aprender novas perspetivas. "

Maria Van Zeller | Terra dos Sonhos

Teresa Delgado
Centro Social e Paroquial de Reguengo Grande

"Aliando a exigência e o compromisso do conhecimento com a experiência de cada um, o Programa GOS é uma mais-valia de aprendizagem, conhecimento e entreajuda. Não hesitem!"

Teresa Delgado | Centro Social e Paroquial de Reguengo Grande

Isabel Farrajota Alves
Associação Hope4Moza

"O GOS foi uma experiência fantástica! Com uma abordagem de temas/disciplinas de extrema relevância para as organizações sociais. Precisamos de crescer e este curso é um enorme contributo para nos ajudar!"

Isabel Farrajota Alves | Associação Hope4Moza

Ficha de pré-inscrição

Ao proceder à sua inscrição, a AESE fará o tratamento dos dados pessoais, de acordo com o Regulamento Geral de Proteção de Dados para, designadamente, elaborar a lista de inscrição, criar crachá e/ou placa de identificação, elaborar a lista de participantes e/ou proceder à respectiva faturação, bem como o registo de imagens e fotografia ou vídeo no âmbito da atividade da AESE.

* Preenchimento Obrigatório

Contactos


Lisboa | Filomena Gonçalves

filomenagoncalves@aese.pt

Tlf (+351) 217 221 530

Porto | Casimiro Arsénio

casimiro.arsenio@aese.pt

Tlf (+351) 939 939 607

Contactos

Lisboa | Filomena Gonçalves

filomenagoncalves@aese.pt

Tlf (+351) 217 221 530

Porto | Casimiro Arsénio

casimiro.arsenio@aese.pt

Tlm (+351) 939 939 607