Testemunhos > Histórias de Alumni AESE > Francisco Marçal Grillo

Francisco Marçal Grillo

Francisco Marçal Grillo, Responsável Desenvolvimento de Negócio Divisão Institucional da PROQUIMIA Portugal

Alumnus do Executive MBA AESE

Contribuir para o desenvolvimento de uma equipa unida e confiante de forma a alcançar os objetivos propostos são algumas das metas de Francisco Marçal Grillo.
Responsável Divisão Institucional da PROQUIMIA Portugal, tornou-se Alumnus da Business School ao frequentar o Executive MBA AESE.
No seu dia a dia, preocupa-se em conhecer a equipa, em encarar as decisões que toma com coragem e a exercer a liderança pelo exemplo, mediante os desafios com que se depara.


Quais os principais marcos na sua trajetória profissional, que contribuíram para chegar à posição de Responsável Divisão Institucional da PROQUIMIA Portugal?
Tenho muito orgulho no meu percurso profissional. Comercial há mais de 15 anos, tive a oportunidade de aprender e melhorar as minhas competências.
De forma a poder dar um novo rumo à minha carreira, decidi fazer um MBA. Entendo que o sucesso é resultado de esforço e dedicação mas também a excelente formação que recebi na AESE.
O Executive MBA AESE permitiu-me desenvolver competências de gestão nas suas diferentes áreas.


Quais foram as suas principais conquistas?
Entrei para a Proquimia em meados de 2019 e tive de conhecer toda uma nova realidade. Sempre trabalhei em Banca, o mundo dos químicos era-me totalmente desconhecido.
A minha primeira preocupação foi conhecer o negócio e as pessoas que faziam parte da empresa e, em particular, da minha equipa. Estas conversas permitiram-me orientar o ano de 2020, de acordo com o potencial de cada um. Mal sabia que viria uma pandemia e que obrigaria a alterar totalmente a estratégia.
Durante o confinamento, procurei motivar a empresa, de forma a reduzir o stress latente pela incerteza do tempo que vivíamos.
Contribuí para uma melhoria da comunicação (interna e externa), para o desenvolvimento de uma equipa unida e confiante de forma a alcançar os objetivos propostos.


Quais as principais lições que o tornam o dirigente que é hoje?
Não acredito em chefia ditatorial. Gosto de liderar pelo exemplo, estando no terreno, pondo em debate os vários cenários, defendendo a equipa e, no momento da decisão, assumi-la. Conhecer a equipa, saber ouvi-la e encarar com coragem as decisões, são características que considero importantes no meu modelo de liderança.


Quais os valores pelos quais se rege e que transmite às suas equipas?
Sei que há determinados valores que têm de acompanhar o percurso e sucesso profissional. Honestidade, respeito pelo próximo, coerência e dedicação é o que exijo da minha equipa.


Se pudesse recuar no tempo, o que faria diferente?
Não faria nada diferente. Orgulho-me do meu percurso até aqui e os desafios, conquistas e perdas tornaram-me o profissional que sou hoje.


Profissionalmente, como se vê daqui a 5 anos?
Espero continuar a crescer como pessoa e profissional, conquistando mais responsabilidade e alcançando desafios cada vez mais exigentes.

Testemunhos relacionados

Pedro Santos Alves

E-REDES - Distribuição de Eletricidade

Joana Viseu

Gedeon Richter Portugal

Fátima Bragança

Bristol-Myers Squibb, Portugal