Testemunhos > Histórias de Alumni AESE > Jordi Martinez

Jordi Martinez

Jordi Martiniez, Portfolio Manager do Portugal Group

Alumnus do Executive MBA AESE

Traçar metas muito ambiciosas é o segredo para Jordi Martinez crescer e desenvolver quem consigo trabalha. Portfolio Manager do Portugal Group, frequentou o Executive MBA AESE que lhe permitiu as ferramentas para investir no seu 1.º projeto empreendedor. Motivado por “fazer acontecer”, Jordi Martinez vive enamorado pelo futuro, já que é nele que se encontram as oportunidades.

 

Quais os principais marcos na sua trajetória profissional, que contribuíram para chegar à posição de Portfolio Manager do Portugal Group ?

Sempre trabalhei em multinacionais, procurando criar o espírito empreendedor das start-ups, dentro de grandes organizações. O Executive MBA AESE ajudou-me na minha 1.ª experiência empreendedora, ajudando a criar a minha própria startup. Alicia-me fazer acontecer, em equipa.


Quais foram as suas principais conquistas?
Recentemente, lançámos no Portugal Group o 1.º laboratório de 5G roaming stand alone. Uma das nossas conquistas é sermos pioneiros no desenvolvimento de 5G, a nível internacional.


Quais as principais lições que o tornam no dirigente que é hoje?
O que tenho aprendido ao longo da minha carreira é a importância de manter o foco nas pessoas, promover o desenvolvimento da equipa com valores comuns e a apostar na criação de relações a longo prazo com clientes.


Quais os valores pelos quais se rege e que transmite às suas equipas?
Há valores que considero fundamentais, como o respeito e a paixão pelo que fazemos. Outro aspecto é o de tentarmos estabelecer objetivos muito ambiciosos, os quais uma vez alcançados nos fazem crescer a todos. Como o Prof. Lladó, diria no Executive MBA AESE: “enamorar-se do futuro, pois é no futuro que se encontram as oportunidades”.


Se pudesse recuar no tempo, o que faria diferente?
Demorei algum tempo a perceber que não é só fazer, também é essencial comunicar o que se faz. Se voltasse atrás, teria trabalhado muito mais a comunicação.


Profissionalmente, como se vê daqui a 5 anos?
Tenho a ambição e o empenho no trabalho para  fazer que a Vodafone seja o número 1 mundial na indústria de roaming and Carriers.


Testemunhos relacionados

Filipe Costinha

Delta Cafés

Vasco Falcão

Konica Minolta Ibéria