Eventos > Sessão Alumni Learning Program – Lifelong Learning

The Value Killers: How Mergers and Acquisitions Cost Companies Billions—And How to Prevent It

Grandes fusões e aquisições (F&A), envolvendo valores elevadíssimos,fazem títulos de primeira página na imprensa. “Abbvie adquire Allergan, $ 63B”, “United Technologies adquire Raytheon, $ 121B”, “Comcast para comprar Sky, $ 39B”, etc…

Mas quanto valor criarão esses negócios depois do processo de fusão?

A taxa de insucesso nas fusões e aquisições é superior a 70% mas essa realidade fica na sombra, escondida pelo burburinho mediático do processo de fusão. Sucedem-se a turbulência, as demissões de gestores e de membros do Board, etc…


A crise atual criou, no entanto, uma oportunidade única para novas aquisições e consolidações.

Muitas empresas ainda não suportaram todo o impacto económico da crise do COVID-19. Algumas receberam balões de oxigénio através de programas governamentais de apoio, temporários; outras perderam as suas reservas de caixa.

Parece claro que mais e mais empresas ficarão financeiramente stressadas assim que todos os efeitos da recessão pandémica se manifestarem. À medida que o impacto da crise se instala, algumas empresas, anteriormente fortes, fragilizam-se a ponto de se tornarem maduras para serem alvo de uma aquisição.
Tal proporcionará oportunidades únicas às empresas mais fortes e bem preparadas para: consolidarem as suas posições; tornarem-se mais eficientes; adquirirem novas capacidades, novas tecnologias e produtos complementares; ou simplesmente conquistar uma posição mais valiosa no mercado.


No entanto, se a história antiga se repetir, muitos CEOs continuarão a embarcar em fusões e aquisições que provavelmente prejudicarão a sua organização.

A evidência passada é clara: a maioria das fusões fracassa. Elas destroem valor acionista e custam biliões às empresas. Importa sublinhar que este não é um fenómeno aleatório. Encontram-se padrões recorrentes em muitas fusões desastrosas.

E, todavia, há soluções para que os CEOs e C.A. aumentem as hipóteses de sucesso nas fusões ou aquisições a que se abalancem.

Nesta sessão debateremos algumas das orientações práticas que abordei no meu livro, mais recente: “The Value Killers: How Mergers and Acquisitions Cost Companies Prevent It”.

Professor


Nuno Fernandes, Professor Catedrático de Finanças no IESE Business School em Espanha.

Especialista e autor de diversos artigos e livros em temas estratégicos de finanças empresariais, mercados financeiros, fusões e aquisições, governança empresarial e banca. O seu trabalho de investigação tem sido distinguido com vários prémios internacionais, nomeadamente, do Banco Central Europeu e do FDIC (regulador americano para instituições financeiras).

Para além da sua atividade académica é ainda Presidente do Conselho de Auditoria do Banco de Portugal, Membro do Comité de Auditoria do Banco Europeu de Investimentos (BEI), e consultor de várias empresas nacionais e internacionais. Foi Diretor da CATÓLICA-LISBON, e anteriormente foi, durante uma década, Professor Catedrático de Finanças no IMD (Suíça). Foi ainda membro do Comité de Aconselhamento do World Economic Forum.

Idioma

Português

Local

Online

Preço

Membros do Agrupamento de Alumni da AESE | Gratuito
Alumni e Geral | 40 €

Data

9 de dezembro de 2020

Online

18:00 às 19:00

Data limite de inscrição

7 de dezembro de 2020

Ficha de inscrição

Contactos

Contactos